domingo, 19 de novembro de 2017

FIGUEIRA DA FOZ

Foto Pedro Mota
(Para ver em tamanho real clicar em cima da imagem)


GRUPO RECREATIVO VILAVERDENSE ORGANIZA “1º TRAIL ENCOSTAS DO MONDEGO”


O 1º Trail Encostas do Mondego evento desportivo organizado pelo Grupo Recreativo Vilaverdense vai realizar-se no próximo dia 1 de Dezembro pelas encostas de Vila Verde.

O evento foi ontem apresentado à comunicação social constituindo uma prova de atletismo e resistência num percurso de área florestal que tem como um dos objectivos dar a conhecer as belezas da freguesia de Vila Verde.

Constituído por três provas “Trail Longo 24 km”, Trail Curto 12 km” e ainda uma caminhada num percurso de 8 km, o evento na vertente desportiva tem já 150 inscrições confirmadas, contudo, a organização julga que até ao dia da prova poderão ainda a vir inscrever-se mais uma centena de atletas.

Adelaide Cardoso, presidente do clube organizador lembrou a larga experiência organizativa do GRV em vários eventos, citando os 30 anos do Grande Premio de Atletismo de Vila Verde e a Taça dos Clubes Campeões Europeus de Estrada entre outros.

O GRV conta de momento cerca de 100 atletas de Futsal e pretende “alargar os seus horizontes com a pratica de mais uma modalidade” disse a dirigente vilaverdense.

A anteceder a Conferencia de apresentação do evento realizou-se um treino aberto para reconhecimento, que contou com cerca de 80 atletas que afirmaram ser uma prova com um bom percurso.

 Vitor Alemão presidente da Junta de Vila Verde alavancou as características do GRV “Um clube que nunca se acomoda” garantindo “e todo o apoio possível dentro das capacidades financeiras da autarquia que preside”.



FIGUEIRA DA FOZ A 12ª CIDADE PORTUGUESA COM MELHOR QUALIDADE DE VIDA


Segundo um estudo feito pela revista Vortexmag, a Figueira da Foz é a 12.ª cidade portuguesa com melhor qualidade de vida, numa avaliação que teve por base o acesso à saúde, educação, serviços e beleza natural, entre outras variáveis.

Uma cidade «cosmopolita e cheia de vida», que ganhou importância desde «os finais do século XIX». é assim que a revista ilustra a cidade figueirense, que com esta votação demonstra a sua importância enquanto importante cidade balnear a nível nacional.

Resultado completo da lista elaborada pela revista:

1. Lisboa
2. Guimarães
3. Évora
4. Porto
5. Aveiro
6. Angra do Heroísmo
7. Coimbra
8. Ponta Delgada
9. Vila Real
10. Braga
11. Beja

12. Figueira da Foz

Via Foz ao Minuto

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

FIGUEIRA DA FOZ

Foto Pedro Agostinho Cruz
(Para ver em tamanho real clicar em cima da imagem)


“DETESTO O POLITICAMENTE CORRETO, NÃO TENHO FEITIO PARA ISSO E FALO DOS ASSUNTOS SEM PINÇAS”


“Bem, aos 19 anos já andava com uma máquina fotográfica na mão. Já conhecia e lidava com o stress diário dos jornais e redacções.

Eu sei que é parvo, mas passados 10 anos continuo a achar que posso mudar o mundo com as minhas fotografias.

Continuo a fazer o que gosto, como gosto e tenho a sorte de algumas pessoas gostarem.

Continuo a acreditar que posso fazer coisas boas a partir da minha cidade. Hoje, vejo que há gente que caminha também nessa estrada e isso deixa-me satisfeito.

Para concluir, continuo a dormir descansado e isso nos dias de hoje é um privilégio”.

A TODO O VAPOR : Pedro Agostinho da Cruz é um amigo de há muitos anos. A ele devo muitos desenrascanços quando às vezes em stress lhe pedia ou telefonava  pedindo-lhe um boneco para ilustrar qualquer peça e sempre de sorriso aberto me respondia , a “aguenta aí que mando já”
Pedro hoje continua a ser para mim um virtuoso do mundo da fotografia e o Figueira na Hora através do Jorge Lemos entrevistou o Pedro onde ele traça  os caminhos de uma carreira ainda jovem mas já cheia de afirmação e é essa entrevista que aqui editamos e pode ser lida clicando AQUI 

PATEO DAS GALINHAS VENCE FESTIVAL PALCOS DE SANTO TIRSO 2017


O espectáculo “Maria, Senhora de Mim” foi eleito o Melhor Espetáculo do Festival Palcos de Santo Tirso 2017, que decorreu no passado mês de outubro, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Santo Tirso e da Companhia de Teatro de Santo Tirso.

Para além do prémio maior do festival, o Pateo arrecadou ainda mais dois galardões: Melhor Encenação (Ricardo Kalash) e Melhor Interpretação Feminina (Helena Adão).

Os prémios foram anunciados esta terça-feira, dia 14, pela Companhia de Teatro de Santo Tirso.

“Maria, Senhora de Mim”, que estreou em 2016, é a 10.ª produção do Pateo das Galinhas – Grupo Experimental de Teatro e conta com texto de António Tavares, encenação de Ricardo Kalash e interpretação de Helena Adão, Isabel Cardoso, Lígia Bugalho, Rui Féteira e José Fonseca.

É com enorme satisfação que o Pateo das Galinhas recebe esta distinção, entre vinte grupos a concurso, que premeia o teatro e o associativismo da Figueira da Foz.


NO BOM SUCESSO HÁ GERINGONÇA E AMEAÇAS DE ENVENENAMENTO

Desta vez, as negociações entre os independentes Força Bom Sucesso (vencedores das eleições de 1 de outubro sem maioria absoluta), o PSD e o PS foram bem-sucedidas, evitando eleições intercalares na Freguesia do Bom Sucesso, no concelho da Figueira da Foz.

O acordo resulta de uma cedência da oposição, que deixou de revindicar a presidência da mesa da assembleia para os social-democratas, e  garante a presidência da junta e da assembleia de freguesia aos independentes, enquanto os social-democratas e os socialistas asseguram lugares nos dois órgãos.

Recorde-se que os primeiros quatro eleitos do Força Bom Sucesso, movimento que também governou no mandato anterior com maioria relativa, anunciaram, na semana passada, que renunciavam ao mandato. Contudo,  também eles acabaram por ceder, viabilizando uma solução que passa por uma dupla “geringonça”, isto é, com incidência executiva e deliberativa, deixando aquela autarquia sem oposição. 

Entretanto, Pedro Quinteiro, presidente da mesa da assembleia, disse, numa das reuniões entre elementos daquelas três forças políticas, que foi aconselhado pelas autoridades a ausentar-se durante uns tempos do Bom Sucesso, por correr o risco de ser envenenado.

Via As Beiras

A TODO O VAPOR: Hoje falar de geringonças à esquerda ou à direita já não surpreende ninguém embora esta "geringonça" do Bom Sucesso seja curiosa pois envolve todas as forças politicas (maioritárias) que não aceitaram muito bem a vitória eleitoral do Grupo dos independentes e fizeram toda uma série de exigências. Daí não vem mal ao mundo.
Contudo para mim o relevante da notícia são a DENÙNCIA do presidente da mesa da Assembleia que disse "que tinha sido aconselhado pelas autoridades a ausentar-se durante uns tempo do Bom Sucesso, por correr o risco de ser envenenado"
Quem foram as autoridades a aconselharem o Presidente? Então as autoridades sabem que um cidadão corre o risco de ser envenenado e aconselham-no a sair de casa e ir passar ferias? 
Há aqui qualquer coisa que não cheira bem, mas se isto é verdade quem ficou ou fica mal na fotografia são as autoridades (obviamente as que deram um conselho tão absurdo) 

TEATRO E SOLIDARIEDADE


DEPOIS DE CASAS ROUBADAS...ALUGAM-SE!!!


Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) lançou 29 dos 64 apartamentos de que é proprietário na Matiôa, na Figueira da Foz, no Mercado Social do Arrendamento, por 220 euros o T2 e 270 euros o T3.

O seu parceiro local é a empresa municipal Figueira Domus, que seleciona os candidatos. Naquele tipo de rendas, praticam-se preços entre 20 e 30 por cento inferiores à média do mercado livre de arrendamento local.

Qualquer pessoa ou família pode candidatar-se, desde que cumpram os critérios definidos pelo respetivo regulamento, disponível na internet.

O Diário As Beiras contactou o IHRU na sequência dos mais recentes atos de vandalismo em vários dos seus apartamentos na Matiôa, produzidos no início deste mês, e que deram seguimento a uma série de furtos que deixaram os fogos praticamente apenas com as paredes. O instituto, recorde-se, apresentou queixa na PSP.


Via As Beiras 

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

"SOL ENGARRAFADO" ESTÁ DE VOLTA


O vinho licoroso “Sol engarrafado”, que entre as décadas de 50 e 70 do século passado pôs o nome da Figueira da Foz nas bocas do mundo, está de volta, através do armazenista e distribuir de bebidas local Dapaval.

O regresso tem hora, dia e local: 17H00 do próximo sábado no Casino Figueira e insere-se na segunda edição do evento Figueira Doce Figueira, organizado pela Associação Figueira com Sabor a Mar.

A antestreia foi feita ontem, no Casino Figueira, para jornalistas, com a participação de Isabel João Brites (presidente da associação), António Lourenço (Dapaval) e Zé Carlos (cartoonista).

O empresário adiantou que já recebeu pedidos do Mercado da Saudade (diáspora portuguesa). Em 2018, o “Sol engarrafado” deverá chegar às prateleiras dos hipermercados.

O evento Figueira Doce Figueira destina-se a promover a criatividade da pastelaria local. A segunda edição, além de se apresentar com as receitas do ano passado melhoradas, estreia novas propostas. Parte das receitas serão canalizadas para uma instituição social do concelho.

Via As Beiras



Marcha do Vapor procurou nos Arquivos a história do "Sol Engarrafado" e encontrou uma excelente reportagem do Jornal O Palhetas que nos fala desta maravilhoso nectar e do seu criador, Manuel Lopes

Via O Palhetas


NAVAL 1893 COM REFORÇO DE PESO


António Emanuel Graça futebolista que fez a sua formação entre a Naval e o F C Porto ingressou na Naval 1893 vindo desta forma dar o seu contributo para o reforço da equipa que veio a ocupar o espaço desportivo da Naval 1º de Maio.

Neste ano zero de competição Graça será mais um elemento considerado da casa que vem dar uma prestimosa ajuda nos objectivos de colocar o futebol navalista no lugar a que tem direito.

Refira-se que a Naval 1893 está a disputar o Distrital da 1ª Divisão da AFC onde lidera isolada a Série B

REMO DA NAVAL APOSTA EM PATRÍCIA BATISTA PARA COORDENAR INICIATIVA "REMO PARA TODOS"


O Remo da Naval expande a sua oferta a outras categorias lançando uma nova iniciativa designada “Remo para Todos”, para a qual conta com a Patrícia Batista que vem reforçar e complementar o Corpo Técnico que é actualmente constituído pelo Treinador Augusto Alberto e pelo Treinador José Canhola.

A Naval aposta assim no “Remo para Todos”, uma modalidade inclusiva onde “Todos” têm lugar… crianças, jovens ou adultos, que querem dar as suas primeiras remadas, antigos remadores ou apenas pessoas que pretendem praticar um desporto que se constitui como alternativa a outros e aos ginásios convencionais.

Para esta nova vertente, o Remo da Naval aposta na Patrícia Batista que após uma brilhante caminhada enquanto Atleta de Remo, volta agora à prática da modalidade para abraçar este importante desafio como orientadora e coordenadora da iniciativa “Remo para Todos”. A Patrícia Batista é licenciada em Ciências do Desporto e Mestre nos Ensinos Básico e Secundário da Educação Física pela Universidade de Coimbra.


Como Atleta representou o Ginásio Clube Figueirense, tendo conquistado 12 títulos nacionais, entre outras inúmeras vitórias em competições regionais ou particulares de Remo. Em 2008, a Patrícia iniciou a sua participação enquanto Atleta da Selecção Nacional de Remo, tendo representado Portugal em diversas regatas internacionais, onde se destaca a sua participação nos Primeiros Jogos Olímpicos da Juventude em 2010.  

Deste modo o Núcleo de Antigos Remadores da Associação Naval 1º de Maio consolida e dá seguimento ao seu projecto desportivo e social contribuindo para afirmar e devolver o Remo da Naval à Figueira da Foz.

Enviado por Email


MAIORCA EM FESTA


terça-feira, 14 de novembro de 2017

FIGUEIRA DA FOZ


Foto Pedro Mota
(Para ver em tamanho real clicar em cima da imagem

JOSÉ COSTA E TICHA PENICHEIRO GALARDOADOS NA GALA DOS 90 ANOS DO BASQUETEBOL

 

José Costa, o mais internacional basquetebolista português e com uma carreira de grande prestígio no Basquetebol conjuntamente com Ticha Penicheiro a melhor basquetebolista portuguesa de todos os tempos foram galardoados na Gala dos 90 Anos da Federação Portuguesa de Basquetebol.

José Costa foi galardoado com o galardão de “Prestigio e Consagração” recebendo o galardão das mãos do Seleccionador Nacional Mário Gomes. O jogador figueirense ainda integrou como “capitão” a Selecção Nacional de Basquetebol que em 2007 disputou o apuramento e o Campeonato da Europa, valendo-lhe o prémio “Momentos de Ouro”

Por sua vez, Ticha Penicheiro já retirada da modalidade enquanto jogadora e considerada como uma das melhores jogadoras da WNBA foi distinguida com o “Prémio Excelência Jogadora”.

SERÁ DESTA ?



O projeto para a remodelação da esquadra da PSP já foi elaborado, por uma arquiteto que trabalha para a polícia, e a obra faz parte do orçamento de 2018 da direção nacional daquela força de segurança, tutelada pelo Ministério da Administração Interna (MAI).

A empreitada terá ainda de ser objeto de uma candidatura a fundos comunitários. “Qualquer requalificação é sempre desejável para os serviços prestados ao cidadão e para a melhoria das condições de trabalho dos elementos policiais”, defendeu a subintendente Margarida Oliveira, comandante da divisão da Figueira da Foz da PSP, em declarações ao Diário As Beiras.

Entretanto, os agentes, céticos, só acreditam quando virem as obras avançar, tantas foram as vezes que elas foram prometidas e nunca realizadas.

A falta de condições nas instalações da PSP afetam os polícias e os cidadãos que lá se dirigem. O antigo quartel do Exército encontra-se degradado e sem isolamento térmico e acústico.


A TODO O VAPOR: Há muito que é conhecido e faladas as más condições que a Esquadra da PSP da Figueira da Foz proporciona aos seus agentes.
Segundo o que podemos ler o Projecto está feito, mas para má sina dos agentes da PSP ainda vão ter de esperar pelos resultados de uma candidatura a fundos comunitários.
Há gente com muita sorte e outros com muito azar. Há dias a comunicação social fez eco de que a Administração do Porto que tem uma belíssima sede junto ao Rio e Marina vai construir um novo edificio nas instalações portuárias. Será que o dinheiro para alguns Ministérios é de mais e para outros é de menos.
Só em Portugal!!!

“1º TRAIL ENCOSTAS DO MONDEGO” DO GRUPO RECREATIVO VILAVERDENSE


Sendo o Grupo Recreativo Vilaverdense uma entidade de utilidade pública sem fins lucrativos, subsiste, à semelhança de qualquer outra colectividade, à custa do apoio prestado por diversas entidades públicas e privadas, pelo que, apenas dessa forma é possível continuar a promover diversas actividades de índole cultural, recreativa e desportiva, assumindo um papel relevante na sociedade em que se insere.

Actualmente, temos grupo de teatro, grupo de música popular e tradicional portuguesa, escola de bordados, grupo de dança, columbofilia e futsal. Neste momento estamos a alargar os nossos objectivos para outras modalidades, nomeadamente a organização de uma prova de trail “1º Trail Encostas do Mondego”, a realizar no próximo dia 01 de Dezembro de 2017, a prova será composta por: caminhada de 8KM, trail curto de 12KM e trail longo de 24KM, visto esta instituição já ter uma larga experiência na organização de vá rias provas de estrada, tais como 30 edições do Grande Prémio de Atletismo de Vila Verde, 10ª Taça dos Clubes Campeões Europeus de Estrada e colaboração com a Câmara Municipal da Figueira da Foz na organização de todas as Meias Maratonas da Figueira da Foz.

No próximo dia 19 de Novembro iremos realizar um treino aberto para divulgação da prova, seguido de conferência de imprensa com o mesmo objectivo.

Enviado por email

GERINGONÇA FUNCIONA

 Foto Outra Margem

"O PS abdicou de um lugar na Comissão Permanente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz a favor do BE, que, caso contrário, ficaria sem representação, tendo em conta a percentagem de votos obtida nas eleições autárquicas de 1 de outubro último. 

Assim, os socialistas têm seis elementos, o PSD três, a CDU um e os bloquistas um. 

A generosidade democrática socialista manifestada aos bloquistas poderá não ter sido um acto isolado e espontâneo surgido na reunião de líderes da assembleia municipal. O PS e o BE, recorde-se, formaram “geringonças” para os executivos das freguesias de Buarcos e São Julião e Marinha das Ondas, autarquias onde o partido da rosa renovou o mandato sem maioria absoluta. 

João Portugal foi eleito, por unanimidade, líder dos socialistas na Assembleia Municipal da Figueira da Foz. O PS tem 27 deputados (15 directos e 12 presidentes de junta, que têm assento naquele órgão por inerência de funções).

Teotónio Cavaco, do PSD, também se submeteu a votos junto dos seus pares, tendo sido eleito com oito votos a favor, um contra e uma abstenção.

A CDU reparte a liderança entre as duas eleitas para a assembleia, Silvina Queiroz e Adelaide Gonçalves. 

O BE, por sua vez, só pode contar com Cristopher Oliveira, uma vez que só elegeu um deputado. 

A assembleia municipal conta ainda com o independente Carlos Batata, presidente da Junta do Bom Sucesso." 


FIGUEIRENSE PAULA TEIXEIRA BRILHA NA ARBITRAGEM INTERNACIONAL


A Árbitra Assistente Internacional Paula Teixeira, filiada do CA da A.F. Coimbra foi nomeada pela UEFA, para o jogo da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões Feminina, para o encontro entre o Olympique Lyonnais, ( França), e o BIIK-Kazygurt, (Cazaquistão).

A partida terá lugar em Decines (França) na próxima quarta-feira, sendo a equipa de arbitragem constituída por: Árbitra: Sílvia Domingos; A. Assistente nº 1:Paula Teixeira; A. Assistente nº 2 : Vanessa Gomes; 4ª árbitra: Sophia Riosa.

Paula Teixeira árbitra da Figueira da Foz desde há uns anos tem sido convocada para as equipas de arbitragens de várias competições internacionais sendo detentora das insígnias FIFA

A Paula Teixeira, votos das maiores felicidades, dignificando dessa forma a arbitragem portuguesa e até a cidade que a viu nascer


(Fonte FPF)

ABENÇOADA CRISE

OS 36 MILHÕES DE MILIONÁRIOS DETÊM 45,9% DE TODA A RIQUEZA MUNDIAL

Há mais milionários em Portugal e estão mais ricos. 

Há 68 mil portugueses que em 2017 têm uma fortuna acumulada de pelo menos um milhão de dólares (857,8 milhões de euros), mais 11,5% do que em 2016, segundo o relatório “Global Wealth 2017“, publicado esta terça-feira pelo banco Crédit Suisse.

O banco suíço diz também que Portugal está mais rico: a fortuna acumulada pelos portugueses está avaliada em 750 mil milhões de dólares, um crescimento de 7% face ao ano passado.


A Todo o Vapor: Apesar de alguma carpideiras chorarem baba e ranho que estamos mais pobres, os resultados vêm provar o contrário, os ricos vão ficando mais ricos.
Julgo que Mário Centeno tem bom material para as cativações e toda esta gente que vai enriquecendo de fora desmedida tem de forçosamente ser taxado de igual modo. É tempo que os mais ricos contribuam com alguma coisa para o debelar da crise