sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

FIGUEIRA DA FOZ...BOA NOITE E BOM CARNAVAL





AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA

Sábado , 25 de Fevereiro 

Nacional de Juniores
15h Nacional x Naval
===
Nacional de Juvenis
15h30m U. Tomar x Naval
===
Distrital de Infantis
11h30m Naval x Marialvas 
10h Naval x Academia 94/Ginásio
===
Distrital de Benjamins
11h Souselas x Naval 
11h30m Marialvas x Naval 
11h Ala Arriba x Naval
===
Domingo , 26 de Fevereiro 

Distrital de Juvenis
11h Naval x Tocha
===
Campeonato de Portugal Prio
15h Vilafranquense x Naval

====== 

====== 

==========

BOM FIM DE SEMANA DESPORTIVO



MAIS DOIS NO...MARQUÊS


Os antigos gestores da Portugal Telecom Zeinal Bava e Henrique Granadeiro foram constituídos arguidos na Operação Marquês.

Ver notícia AQUI

A TODO O VAPOR: Estes dois gestores classificados de primeira categoria foram galardoados pelo Ex-Presidente da Republica pelo seu desempenho de gestores de referência...Sintomático

OPINIÃO...RUI CURADO DA SILVA

Editado no Diário as Beiras

MUNDO CÃO


Claudio Rainieri o treinador italiano autor da mais improvável história do futebol mundial, que no mês passado arrebatou o titulo de melhor treinador de 2016 justificando o titulo de Campeão da PREMIERE LIGUE foi despedido por maus resultados.

Será que foi incompetência? E onde ficou a competência que tinha há meia dúzia de meses quando vencia com naturalidade todos os "tubarões" de Ingalterra

Cada vez mais me convenço que o futebol  é mesmo um mundo cão

MANCHETES E NOTÍCIAS DO DIA AO MINUTO







NOTÍCIAS AO MINUTO




quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

FIGUEIRA DA FOZ...TENHAM UMA BOA NOITE

Foto Pedro Mota
(Para ver em tamanho total clicar em cima da imagem)

IMORTAL...30 ANOS DE SAUDADE


José Afonso morreu há trinta anos. Em 1983 deu os seus últimos concertos, a 29 de Janeiro no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, e a 25 de Maio no Coliseu do Porto. O de Lisboa foi gravado e essa é a única memória que pode ter dele quem não esteve lá. Seja em disco, editado originalmente pela Diapasão no mesmo ano, ou no registo em vídeo pela RTP, mais tarde editado em DVD (2010), numa versão reduzida de 57 minutos que, pelos relatos, não faz justiça às duas horas de duração originais. Muito menos a ter estado lá.
Existem também as fotografias. Principalmente aquela, em Lisboa, onde no palco estão Maria de Lurdes Pintassilgo, Vasco Lourenço, Otelo Saraiva de Carvalho, Rosa Coutinho, Fausto, Sérgio Godinho, Vitorino, Júlio Pereira, Janita Salomé, Francisco Fanhais, entre tantos outros, enquanto cantam “Grândola, Vila Morena”, que terminou esse concerto.

Esses registos transmitem a emoção do que se viveu em palco nas últimas actuações de José Afonso. Mas é só isso, transmitem. A emoção vivida por quem esteve lá, naqueles dias, é diferente. Está tudo no tom distinto de quem o recorda. O presidente da associação 25 de Abril, Vasco Lourenço diz, sobre o concerto em Lisboa, que foi “extraordinariamente vivido, havia a sensação de que seria, porventura, o último concerto que o Zeca faria, porque a doença já o estava a atacar. Terminou com muita gente no palco, parecia que estávamos lá todos, a cantar ‘Grândola, Vila Morena’, havia muita emoção. Foi um momento extraordinário, que recordo com muita emoção.”



PIM...PAM...PUM...



O segundo round entre José Esteves, o presidente da junta de freguesia de Buarcos/S. Julião, que pretende recandidatar-se,  e Rui Duarte, que lhe quer ocupar o lugar, vai realizar-se em breve.

Segundo o apurado por este blogue, sexta-feira  João Galamba, deputado do PS, vem à Figueira tentar convencer Rui Duarte a desistir a favor de José Esteves.

A reunião, ao que conseguimos apurar, terá lugar nos Lavadouros de Buarcos, com os secretariados do PS Buarcos e S. Julião. A mediação diplomática ficará a cargo de João Galamba, deputado eleito por Coimbra e membro do secretariado nacional do PS, apenas com 6 anos militância.

João  Portugal e João Galamba são os elementos que mais pressão fazem em Lisboa para reconduzir José Esteves a um terceiro mandato à frente da maior freguesia do concelho da Figueira da Foz.
Tudo isto ainda está no segredo dos deuses do PS local, para evitar fugas de informação e alarme nas hostes do PS local.

Contudo, OUTRA MARGEM conseguiu furar o bloqueio e apurou ainda, junto de fonte segura, que existe um plano B: a  reunião prevista para os Lavadouros de Buarcos, para sábado à noite, pode ser substituída por um jantar de mediação, entre os representantes de José Esteves e Rui Duarte.


Também para a lista do PS à Câmara as coisas estão a compor-se.


António Tavares sai. Vai ser  substituído por José  Fernandes - actual assessor para a parte económica de João Ataíde.

João Portugal sai. Mas,  com a condição de ser substituído pelo Nuno Gonçalves, actual administrador da Figueira Domus. 
José Fernandes e Nuno Gonçalves, são de Montemor. A actual vereadora Ana Carvalho vai manter-se, e também não é da Figueira, tal como  João Ataíde. 
Se o PS, nas próximas eleições, mantiver os cinco vereadores,  quatro não são figueirenses. Apenas o professor de Biologia, Carlos Monteiro, será  da Figueira.
Entretanto, a resolução do difícil e intrincado  problema de Buarcos/S. Julião pode passar pelo seguinte: ser oferecido a Rui Duarte o lugar de adjunto ou assessor no gabinete de apoio a Ataíde, ou, em alternativa, um lugar de administrador na Figueira Domus.

PSD-CDS: É PRECISO TER UMA GRANDE LATA!

Queremos saber das tricas da oposição, quando as vidas de todos os portugueses estão a mudar para melhor?

Se há coisa que me enerva solenemente é a hipocrisia política, especialmente quando a mesma se manifesta despudoradamente entre ciclos políticos, como se os mesmos não fossem a continuidade uns dos outros e se de peças avulsas de teatro se tratasse. Desce o pano! Novos papéis, nova comédia, nova tragédia, novos papéis, os mesmos atores e atrizes.


Convém e urge não esquecermos as sucessivas inconstitucionalidades do Governo PSD-CDS, apoiadas subliminarmente pelo nosso ex-Presidente da República. Vivemos, àquela época não longínqua, tempos de autêntica delapidação do país, do tecido económico, das famílias, do futuro dos nossos jovens, da dignidade dos nossos reformados, enfim, dos portugueses e de Portugal. Fomos trucidados enquanto país e feridos na nossa dignidade e soberania.

De tudo fizeram, em prol da manutenção dos privilégios e mordomias dos grandes grupos económicos. Houve fome, houve doença, houve desemprego, famílias sem teto por terem de entregar as suas casas à banca, houve famílias que não suportaram os aumentos das rendas e foram obrigadas a abandonar os seus lares, houve crianças a ir para as escolas sem pequeno-almoço e cuja única refeição quente que comiam era a da escola, houve jovens a deixarem de estudar, houve jovens e famílias a emigrar, houve reformados a enganar o estômago com torradas e água para poderem ter “uns trocos” para comprar medicamentos, houve desespero, houve aumento da violência. Houve insensibilidade social!

Os portugueses, durante quatro anos, fizeram a travessia do deserto sem água, apenas na companhia de si próprios e das instituições de proximidade local que, contra toda a austeridade, se mantiveram firmes e de tudo fizeram para atenuar a decadência total da malha social dos seus territórios. Um país inteiro, obrigado pelo então Governo e então Presidente da República, a chocar de frente e de forma violenta com a Constituição de Abril.

Todos fomos roubados, todos fomos atacados nos nossos rendimentos, todos fomos vítimas das inconstitucionalidades e do desrespeito pelas decisões dos tribunais, todos fomos jogados à nossa boa sorte, apenas porque tivemos durante demasiado tempo um Presidente, uma maioria e um Governo com um projeto político concertado e subserviente de destruição do nosso país. Mas tudo isto é passado, felizmente!
Portugal está a erguer-se, Portugal e os portugueses tomaram um novo rumo.

António Costa e o seu Governo, com apoio da esquerda parlamentar, encetaram um caminho de reversão das medidas impostas pela anterior maioria de direita, devolvendo sucessivamente aos portugueses, na generalidade, a dignidade que merecem, nomeadamente ao nível da função pública, das pensões e Segurança Social, do trabalho e do aumento do salário mínimo, dos impostos e dos transportes.

Parece, então, que, afinal, a geringonça funciona, sem que nenhum dos quadrantes políticos que a compõem perca a sua identidade partidária e ideológica. E isto é uma grande, aborrecida e inevitável chatice para a direita neoliberal que, no desespero, despertou agora para as questões da responsabilidade social.

PSD e CDS, perdidos na inquietude e no desassossego político face à velocidade de cruzeiro e bom êxito da geringonça, balançam-se nervosamente entre os caminhos da gincana e trica política, ora gritando contra as medidas que dignificam a vida dos portugueses, ora protestando em murmúrios sobre o tema CGD e Mário Centeno, com a clara intenção de fragilizar o Governo, querendo manter vivo um assunto que está morto e enterrado.

Por fim, pergunto: queremos lá nós, portugueses, saber das tricas da oposição, dos mexericos do PSD e do CDS, quando, efetivamente, as vidas de todos os portugueses e de Portugal estão a mudar para melhor? Disponham-se por favor e definitivamente de responsabilidade política e aprofundem temas, propostas e contributos políticos que a todos façam esquecer a desgraça nacional a que nos votaram durante quatro anos. Saiam do alpendre, é de um país que se fala, o nosso.

Rute Lima


AMANHÃ VAI HAVER DESFILE DE CARNAVAL INFANTIL


Cerca de duas mil crianças vão desfilar amanhã a Marginal figueirense num percurso entre a Rotunda do Pescador e o Papão.

Para além do desfile dos jovens foliões será um desfile SOLIDÁRIO já que cada criança vai trazer consigo um bem não perceptível, convite feito também às pessoas que quiserem colaborar nesta acção, já que,  o produto da recolha destina-se a instituições de beneficência e auxilio a carenciados.

O desfile começará pouco depois da Rotunda do Pescador, em Buarcos, e o percurso estende-se até à rotunda do Restaurante japonês Kyoto, onde estarão os autocarros para o regresso. As escolas que considerarem o percurso demasiado longo, poderão sempre passar para o passeio e parar para descansar. Estarão elementos da organização suficientes para dar apoio.

Por motivos de segurança e controlo, pedimos o favor de sensibilizar os pais para não acompanharem os filhos e/ou educandos na Avenida, devendo fazê-lo apenas pelo passeio ou separador central.

À data de hoje, a previsão aponta para céu limpo, com uma temperatura entre os 12 graus, às 10H00, e os 16 graus, às 13H00. O vento será igualmente muito reduzido (4 a 6 metros por segundo).

EX TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DO MONDEGO VÃO CONFRATERNIZAR


MANCHETES DO DIA E NOTÍCIAS AO MINUTO








NOTÍCIAS AO MINUTO


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

FIGUEIRA DA FOZ... TENHAM UMA BOA NOITE

Foto da publicação de José Freitas
(Para ver em tamanho total clicar em cima da imagem)

PARA REFLECTIR

Este é o SALÁRIO de um bombeiro profissional, um bombeiro há mais de 10 anos na mesma categoria e escalão. Um bombeiro profissional que passou por um processo de selecção, e só depois teve a oportunidade de aprender esta bela profissão. Com uma formação inicial de 920 horas e mais 6 meses de estágio, em que no final tem de ter no mínimo nota de 14. Uma profissão que requer esta formação uma vez que vidas estão em jogo. Deste modo a falta de conhecimento e formação continua pode fazer a diferença entre o sucesso e insucesso nas vidas de quem é socorrido. Por todos e mais alguns motivos estes Homens merecem um pouco mais de consideração.

Da publicação no Facebock de Rui Trovão

OPINIÃO ...DANIEL SANTOS

Editado no Diário as Beiras

O QUE ELES DISSERAM

"É absolutamente escandaloso que um Governo que não hesitou e não aceitou em acabar com a penhora da casa de família [por dívidas ao Fisco], tenha tido a incapacidade de verificar o que aconteceu com 10 mil milhões de euros no país" 

Jerónimo Sousa - Secretário geral do PCP

REMO DA NAVAL EXISTE E EVIDENCIA BOA FORMAÇÃO

NOTA DE IMPRENSA
Realizou-se no passado dia 18 de fevereiro, na Praia de Mira, a final do Torneio das 1ªs Remadas da ARBL. Nesta prova, além da sua classificação estava também em disputa a classificação geral do torneio. A Naval ao longo destas 4 provas participou com 9 remadores alcançou na geral o 3º lugar do pódio atrás dos Galitos de Aveiro (vencedor) e do Praia de Mira (2º classificado).

A nível individual os resultados da Naval foram os seguintes: No escalão de infantis, nos femininos a Raquel Ferrolho que não participou nesta prova, classificou-se em 3º lugar da geral. Nos masculinos o Francisco Nunes e o Rodrigo Verdete foram respetivamente 4º e 7º, sendo na classificação geral 4º e 5º classificados.
Nos iniciados, em femininos a Maria Sousa, que não participou em todas as provas do torneio foi 5ª classificada nesta prova e 7ª na classificação geral. Nos masculinos, nesta prova, os remadores da Naval: Daniel Silva, João Rodrigues, Vasco Silva e Miguel Silva foram 6º, 7º, 8º e 11º classificados, enquanto na geral, o Daniel 5º, o Vasco 6º, o João 7º e o Miguel 9º (neste escalão a Naval foi o clube com mais pontos na geral).
Em juvenis a Naval participou em femininos com a Sofia Silva a vencer nesta prova e na classificação geral.

DEZ D'AGOSTO EM ASSEMBLEIA GERAL